Caminhos no Jardim #1

O jardim é um das partes que mais sonhamos na nossa futura casa. Queremos ter uma horta e também plantar algumas árvores frutíferas… quem sabe mais pra frente fazer um pergolado também. 🙂

E quando penso no jardim fico imaginando os caminhos e nas áreas de circulação para que a gente possa desfrutar o jardim da melhor maneira possível.

Estes caminhos podem ser feitos com diversos materiais. O uso de dormentes ou bolachas de madeira dão um ar mais rústica. Outros materiais, como os mármores, por exemplo, dão um ar mais requintado. O formato das peças também influenciam no estilo que você quer dar ao jardim. O uso de peças com o mesmo formato e tamanho, por exemplo, deixam o jardim mais sofisticado e moderno. Olhem alguns projetos que eu selecionei:

BOLACHAS DE MADEIRA

TeT_caminho_jardim_1_bolacha_madeira

O uso de bolachas de madeira torna possível a montagem de um caminho rústico e selvagem.

TeT_caminho_jardim_2_bolacha_madeira

Neste projeto do paisagista Gil Fialho as bolachas são de eucalipto.

TeT_caminho_jardim_3_bolacha_madeira

O canteiro recebeu bolachas de madeira de pinus autoclavado para facilitar o caminhar. Ideia da arquiteta paisagista Louise Riedtmann, da empresa Harmonia Verde. Imagem.

TeT_caminho_jardim_4_bolacha_madeira

Adriane Muratt, paisagista responsável pelo projeto, optou por um caminho simples de fazer: as pisadas de ipê são apenas encaixadas sobre a grama.

TeT_caminho_jardim_5_bolacha_madeira

Neste projeto do paisagista Rodrigo Oliveira as bolachas de pequi foram assentadas diretamente na terra e receberam uma camada de verniz fosco com areia. Imagem.

Viram que em cada projeto foram utilizados tipos de madeiras diferentes? Nos projetos acima foram utilizados eucalipto, pinus, ipê e pequi.

Se alguém optar por fazer caminhos com bolachas de madeira no jardim é bom perguntar para o paisagista ou na floricultura quais tipos de madeiras são mais residentes ao tempo e se é necessário fazer algum tipo de tratamento na madeira. Na empresa do meu marido colocaram uma madeira que apodreceu com o tempo. 😦

Outra recomendação também é optar por madeiras que sejam de reflorestamento. Não utilizar madeira nativa.

Amanhã tem mais!

Déb

Anúncios

Obrigada por comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s