11 – Mergulhando em Cozumel (DIA 9 e 10)

Reservamos os dois próximos dia da viagem para mergulhar em Cozumel, que é uma ilha que fica pertinho de Play del Carmen, com ferry boat saindo quase todas as horas.

No primeiro dia pensamos em dormir um pouquinho mais e pegar o ferry as 09:00, mas chegando lá só tinha ferry as 08:00 e as 10:00, então aproveitamos para nos informar sobre o mergulho e aluguel de carro para conhecer a ilha. Acabamos comprando em Playa del Carmen o mergulho para o primeiro dia e o aluguel de carro, que era para ser um fusca.

Ah, uma dica para o ferry: São duas empresas que fazem o transporte, portanto não comprem a ida e a volta ao mesmo tempo, pois comprando junto ou separado o preço é o mesmo e aí você não fica limitado ao horário de retorno de uma das empresas só. O ferry das duas empresas é igual: mesmo conforto, preço, duração, local de saída e chegada… o que muda só são os horários mesmo.

Desembarcamos em Cozumel e já encontramos o responsável pela agência de mergulho. Preenchemos algumas papeladas e estávamos prontos para o mergulho. Ah, eles não pediram a carteirinha de mergulho.

Pegamos o barco, eu, marido, mais um brasileiro, o dive master e o piloto. Fizemos dois mergulhos, sendo o primeiro em Chancanaab Bolones e o segundo em Viva Blanca. A visibilidade era de 30-40 metros, a temperatura da água chegou a 29º C e a profundidade máxima de mergulho foi 23,8 metros.

Segue uma fotinhos do primeiro dia de mergulho:

DCIM100GOPRO

Imagem: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Cocorócas e peixe Anjo. Imagens: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Peixe Palhaço (no centro). Imagens: Tijolos & Tecidos.

Meio-dia e pouco já estávamos de volta e fomos pegar o carro alugado. Chegando lá todos os fuscas já haviam sido alugamos, então pegamos outro carro, que parecia mais um carro de desenho animado. O aluguel deste carro, segundo a locadora, era mais caro que o do Fusca, mas como já estava pago fizeram pelo mesmo preço.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Carro que alugamos. Imagem: Tijolos & Tecidos.

Pegamos o carro e fomos procurar um lugar para comer. Paramos aleatoriamente em um lugar, um restaurante simples de frente para o mar. Depois fomos fazendo mais algumas paradas com o carro para tirar fotografias. A ideia era dar uma volta na ilha, mas quando percebemos, vimos que o tanque de gasolina já tinha descido bastante. Paramos num barzinho e pedimos informação de posto. O cara do barzinho disse que tinha gasolina para vender, mas ele tentou, tentou e tentou e não conseguiu colocar a gasolina no carro. Tivemos que voltar pelo mesmo caminho que viemos que era um pouco mais curto do que tentar completar a volta na ilha. Felizmente conseguimos abastecer e ainda sobrou tempo para conseguirmos dar a volta na ilha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Passeando pela ilha. Imagens: Tijolos & Tecidos.

Quando acabamos nosso mergulho fechamos com a mesma agência o mergulho para o dia seguinte. Pagamos U$ 10,00 a menos, pois segundo eles não teria a comissão do cara que nos vendeu o mergulho em Playa del Carmen.

Como o mergulho no primeiro dia acabou cedo, tínhamos planejado no segundo dia mergulhar pela manhã e à tarde conhecer algum cenote perto de Playa del Carmen, só que ao longo dos dias os planos mudaram e o cenote ficou para a próxima viagem.

No 2º dia pegamos o ferry das 8:00. Chegamos lá tivemos que pegar um taxi até um determinado local para encontrarmos o dive master. Neste dia mergulhamos com dois rapazes de Israel e um da Suíça.

Saímos de barco até o local do 1º mergulho. O trajeto demorou bem mais tempo do que no dia anterior, porque estávamos indo bem mais longe. O 1º mergulho foi no local conhecido como Palancar – Cuevas. Fizemos um mergulho do tipo drift (mergulho em correntes). Nunca tinha feito e no início achei meio ruim, fiquei com medo, sei lá. Mas depois achei muito bom porque você quase não precisa fazer esforço, é só deixar se levar pela corrente. Menos esforço também proporciona um mergulho com maior duração, pois você economiza oxigênio.

A visibilidade era de 20 metros, a temperatura da água chegou a 29º C e a profundidade máxima de mergulho foi 24,4 metros.

Ah, neste dia não usamos roupas de mergulho. Nos falaram que teríamos que pagar a parte, mas como a água estava bem quente, nem era preciso.

Vejam algumas fotinhos deste mergulho.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Peixe Frade. Imagens: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Imagens: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Cangulo preto (1) e peixe Cofre (2). Imagens: Tijolos & Tecidos.

Depois fomos fazer um período de descanso, mas diferente do dia anterior, onde o descanso foi dentro no barco, o dive master no levou até um trapiche e nos serviu água, refri, frutas e nachos. Muito delícia. Ficamos um bom tempo lá, descansando, comendo e conversando.

TeT_cozumel_9_mergulho

Praia que paramos para descansar com o mar bem clarinho. Imagem: Tijolos & Tecidos.

TeT_cozumel_10_mergulho

Descanso com direito a lanchinho. Imagens: Tijolos & Tecidos.

O dive master (que é mexicano, mas não lembro de onde) contou que ele tinha vindo para Cozumel alguns anos atrás e que nunca mais quis voltar para a cidade dele. Ele contou mais algumas histórias e dá para ver que ele ama o que faz.

Depois disso partimos para o 2º mergulho, que foi no local conhecido como Palancar – La Francesa. Neste mergulho vimos tartaruga (adoro!), tubarão e um peixe papagaio enorme, mas marido esqueceu a câmera no barco e ficamos sem fotinhos. 😦

Quem quiser mergulhar em Cozumel eu recomendo muito este dive master. Seguem os contatos dele:

Escritório de mergulho: Hagave Azul (fica na frente do restaurante Mission)
Dive Master: James Flores – jimmydog19@hotmail.com

Recomendo muuuito. Fizemos 2 dias de mergulho em Cozumel. O 1o dia foi mais rápido, bem pra turista. O 2o (com o James) levou o dia todo e fui num lugar bem mais lindo.

Boa viagem!!!

Beijos

Anúncios

5 – Isla Mujeres (DIA 4)

Para este passeio também optamos em ir por conta própria, ou seja, sem excursões e foi tudo bem tranquilo.

FERRY BOAT: PONTOS DE EMBARQUE E HORÁRIOS

Isla Mujeres é uma ilha que fica na frente de Cancun (a 6 km). Para chegar lá é preciso pegar um Ferry Boat, que pode ser pego em quatro lugares diferentes. Na área hoteleira tem três locais em que você pode pegar o ferry: Playa do Caracol, Playa Tortuga ou El Embarcadero. Fora da zona hoteleira o ferry pode ser pego em Puerto Juarez e a passagem é um pouco mais barata. Pergunte no hall do seu hotel qual ponto de embarque fica mais próximo de onde você está. Ah, e cada local tem seus horários de saída… não vou colocar aqui os horários, pois pode ser que eles mudem de tempo em tempo. O melhor é ver no site da empresa mesmo.

Nós fomos pegar o ferry na praia Caracol porque era do ladinho do nosso hotel, mas chegando lá eles falaram que o ferry só estava saindo da praia Tortuga (não sei se porque não era temporada alta ou se porque o mar era mais agitado por ali). Compramos os tickets do ferry ali mesmo e pagamos 20 dólares, apesar de ver no site da Ultramar que o trajeto custa 19 dólares. Tivemos que pegar um ônibus da praia Caracol até a praia Tortuga. Apesar de ser um ônibus público nós não pagamos o trajeto, mostrando o ticket do ferry… talvez por isso a gente tenha pago um pouco mais caro.

TeT_1_ferry_ultramar

Imagem.

Ah, e o trajeto dura alguns minutos e é bem tranquilo. Não vi ninguém passando mal, como eu tinha lido em outros lugares.

ALUGUEL DE CARRINHO DE GOLF

Assim que chegamos à ilha não pensamos duas vezes em alugar carrinhos de golf. Além de ser útil, por nos dar autonomia na ilha, é divertido, porque não é sempre que dirigimos um por aí, né?

Dentro do ferry eles te oferecem carrinhos de golf para alugar, mas não vale à pena, pois são mais caros. Quando nos ofereceram, nós perguntamos se não teria na ilha pra alugar e eles disseram que sim, mas que a qualidade não era tão boa, porque um era elétrico e o outro era a gasolina… não lembro qual era qual, mas eles estavam dizendo que o deles era melhor.

Desembarcando da ilha milhares de pessoas vêm te oferecendo os carrinhos para alugar e, como sempre, é preciso negociar. Nós alugamos o nosso carrinho na Rentadora Joaquin e realmente a qualidade não era dos melhores, todo mundo nos ultrapassava, mesmo com o pé no fundo do acelerador, mas, como não tínhamos pressa, estávamos tranquilo com isso. Pagamos U$ 38,00 pelo aluguel para o dia todo, mas também tinha a opção de alugar por hora.

TeT_2_carrinho_golf_isla_mujeres

Imagens: Tijolos & Tecidos.

Ah, levem a carteira de motorista, pois eles pedem. Pelo que nos falaram no momento do aluguel, a carteira não era uma exigência para dirigir, mas era uma segurança para a locadora no caso de multas.

PRAIA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Imagens: Tijolos & Tecidos.

Depois que pegamos o carrinho fomos andando até chegar ao final da ilha. Esperávamos que tivessem mais trajetos que desse para ver o mar, mas não era assim.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Imagens: Tijolos & Tecidos.

TeT_5_isla_mujeres

Aqui era uma parte que dava para ver o mar… e que mar! Esta tirolesa era do parque El Garrafón, que é um parque com uma estrutura bem grande, com redes, piscinas, jacuzzi, tirolesas… Existem vários pacotes, inclusive com a possibilidade de nadar com golfinhos. Numa próxima visita eu gostaria de conhecer! Imagem: Tijolos & Tecidos.

Durante nossa volta passamos pelo Delphinário, um dos muitos lugares da região de Cancun onde você pode nadar com golfinhos. Nós não fomos, pois já tínhamos nadado com golfinhos em outra viagem.

Depois de passar por toda a ilha escolhermos uma praia aleatoriamente (que eu não sei o nome), onde pagamos uns U$ 5,00 dólares por pessoa para entrar e usar as cadeiras e banheiros. A praia era bonita, com água quente, bem cristalina e bem calminha, mas não liiinda como imaginamos as praias do Caribe.

TeT_6_isla_mujeres

Imagem: Tijolos & Tecidos.

Depois pagamos mais um pouco para alugar os snorkels, máscaras e nadadeiras e ficamos um bom tempo vendo os peixinhos e outros bichinhos.

TeT_7_isla_mujeres_mergulho

Imagens: Tijolos & Tecidos.

A legenda das fotos agora é por conta do marido:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anêmonas e estrela do mar. Imagens: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Cyphoma gibbosum. Imagem: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Cocorocas e um cirurgião azul (1). Peixe lagarto (Synodus synodus) (2). Imagens: Tijolos & Tecidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Imagem: Tijolos & Tecidos.

ALMOÇO

Almoçamos no restaurante do próprio local e adoramos. Estávamos em quatro pessoas e cada uma pediu um prato e bebidas. Pedimos comidas típicas mexicanas e tudo estava uma delícia. Achamos o preço bem bom (U$ 50,00, no total), ainda mais para uma ilha.

TeT_12_isla_mujeres_comida_mexicana

Imagem: Tijolos & Tecidos.

CENTRINHO

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No centrinho de Isla Mujeres tem vários restaurantes e várias lojinhas. Imagens: Tijolos & Tecidos.

TeT_14_isla_mujeres_artesanato

Ahhh, sou apaixonada por estas louças. Compramos quatro travessas, destas que podem ser colocadas dentro do forno, por U$ 55,00. Imagens: Tijolos & Tecidos.

O passeio foi muito gostoso. Vale a pena ir por conta própria. Vale a pena alugar um carrinho de golf. Vale a pena conhecer o artesanato local. Para a próxima visita vai ficar o parque El Garrafón.